17 de janeiro de 2011

Por onde anda a banda FIVE ?


Durante a década de 90, uma explosão de boy bands se espalhou pelo mundo. Animados com a popularidade dos Backstreet Boys, Bob e Chris Robert – criadores das Spice Girls – decidiram lançar uma versão masculina do quinteto. Assim, surgiu o grupo Five. Mais de três mil meninos disputaram cinco vagas para a banda em um concurso na Inglaterra. Scott Robinson, Sean Conlon, J. Brown, Ritchie Neville e Abs Breen foram os escolhidos para se tornarem os novos queridinhos do pop mundial.


O primeiro single, “Slam Punk”, foi lançado em 1997 e logo chegou às paradas britânicas. Mas, o primeiro álbum só foi lançado um ano depois. Quando “5ive” chegou às lojas, várias músicas já haviam se tornado hits. Ao contrário dos outros grupos formados por belos rapazes adolescentes, os meninos do Five escreviam suas próprias músicas e participavam de todo o processo de gravação de seus discos.
Tanto trabalho e dedicação logo resultaram em reconhecimento. Com o lançamento de “Invencible” (1999), eles chegaram ao auge do sucesso com as músicas “If Ya Gettin Down”, “Keep On Movin”, “Don’t Wanna Let You Go” e uma nova roupagem para “We Will Rock You”, com direito a gravação com os caras do Queen. A banda de rock chegou a fazer algumas apresentações ao lado dos ingleses.
Em janeiro de 2001, eles desembarcaram pela terceira vez no Brasil – a primeira foi em 1999 e a segunda em 2000 – para se apresentarem no palco principal do Rock in Rio na noite do pop ao lado de nomes como Britney Spears, N’Sync e Sandy & Junior.
Porém, o ano que começou de forma espetacular não lhes reservou boas surpresas. Dez meses após a estrondosa apresentação no festival brasileiro, o Five anunciou o fim do grupo.
Os motivos nunca ficaram claros. Os boatos da separação começaram quando Conlon ficou doente e não pode participar da gravação do primeiro videoclipe do terceiro álbum da banda, “Kingsize”, e nem dos shows promocionais. Logo em seguida, Robinson se casou e teve seu primeiro filho – o que fez com que o astro teen tivesse menos tempo para se dedicar aos compromissos profissionais.
Em 2006, os ex-integrantes decidiram voltar com a banda. Conlon foi o único que não quis fazer parte do revival. Mas, o reencontro não durou nem o tempo necessário para que fosse lançado um novo projeto e se separaram de vez.
Dez anos depois da última apresentação dos meninos – que hoje são homens formados – no Brasil, o Famosidades foi atrás dos ex-integrantes do Five. Clique e saiba como anda a vida dos rapazes que enlouqueceram milhares de meninas ao redor do mundo.

Sean Conlon: Único integrante que não aceitou retornar ao grupo, em 2006, Colon passou os últimos anos se dedicando a sua carreira solo. O rapaz não mudou quase nada fisicamente. Chegou assinar um contrato com uma gravadora em 2007, mas não lançou nenhum projeto. Atualmente, o moreno se apresenta em bares londrinos. Multi-instrumentista, passou a cantar R&B e Jazz, sempre com uma pegada pop. Em sua página em um site de relacionamento na internet, o rapaz publicou uma música demo chamada “Take me Over”. No perfil, ele brinca com seu passado glorioso. “Gosto de todos os estilos musicais. Inclusive, aquele pop comercial. Já fiz muito isso, acreditem”, postou.


Scott Robinson: Casado há dez anos e pai de dois filhos, Robinson faz algumas participações bissextas na TV inglesa. Chegou a se apresentar em algumas boates na Inglaterra ao lado do ex-companheiro de banda Abs Breen. Com o fim do grupo, seu trabalho de maior repercussão foi sua passagem pelo musical “Boogie Nights 2”.


Abs Breen: Logo que o Five chegou ao fim, Breen tentou emplacar sua carreira solo lançando três singles, mas não conseguiu repetir o sucesso de outrora. Antes de se reunir com os ex-integrantes da banda, em 2006, participou da edição inglesa do programa “Ilha da Sedução”. Dois anos depois, disposto a conseguir seu lugar ao sol no cenário musical, Breen decidiu radicalizar: fez várias tatuagens no corpo, adotou novo nome artístico – passou a ser chamar Abz Love, e se lançou na carreira de rapper. Segundo rumores, o artista estava preparando um álbum que deveria ter sido lançado no final de 2010. Mas até agora nada. Enquanto seus tempos de astro pop não voltam, ele faz às vezes de modelo. Na foto que ilustra nossa reportagem, o moreno tirou a roupa para um ensaio publicado em uma revista voltada para o público gay.


J. Brown: O mais rebelde dos ex-integrantes do Five – o loiro se envolveu com drogas e foi condenado por agressão no auge da fama, Brown cresceu e amadureceu. Em 2007, aceitou o convite para participar do reality show “I’m a Celebrity, Get Me Out Of Here", uma espécie de “No Limite” de luxo com elenco formado por celebridades do segundo escalão. O ex-namorado da ex-Spice Mel C ficou em terceiro lugar na competição. Depois disso, James Brown resolveu abandonar de vez os holofotes e passou a se dedicar a sua carreira de produtor musical.


Ritchie Neville: Parece que o destino dos ex-Five foram os reality shows. Assim como quase todos seus ex-companheiros de grupo, Neville também fez parte de um programa de realidade. O músico participou do “Cirque de Celebrite”, que deu origem ao quadro “Circo dos Famosos”, exibido no “Domingão do Faustão”. Foi durante a atração que o loiro conheceu e se apaixonou por Emily Scott. Após o final da produção inglesa, o casal decidiu juntar as escovas de dente e foram morar na Austrália, pais de origem da moça. Quatro meses depois, a lona caiu e com ela a decisão pelo divórcio. Emily acusou o ex de agressão e ele foi proibido pela justiça de chegar perto da antiga companheira. O processo foi arquivado após a vítima faltar ao julgamento do caso.

Texto escrito Por WALLACE CARVALHO





4 comentários:

  1. Nossa, q triste... o Scott ficou o mais gato, o Abs parece o vocalista do NXZero, o J parece um ator famoso que não me lembro o nome (mas não é tão bonito qto era) e o Ritchie continuou com cara de bebe.. uma pena os produtores só usarem de pessoas bonitas e talentosas apenas para ganho deles.. sem deixar que "eles sejam eles mesmos".. e daí da nisso..

    ResponderExcluir
  2. Eles estão juntos novamente, sem o J que aparentemente era violento com os outros membros do grupo e praticava bulling com eles. O motivo da separação foi o excesso de brigas, pelo que foi falado os meninos eram verdadeiros delinquentes com exceção de Scott que ao ter a noiva agredida por fãs enquanto estava grávida e de não poder estar junto após o nascimento do filho teve uma crise nervosa que culminou no fim da banda ( nesse ponto Sean ja estava fora também por uma crise nervosa).

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...